Moda & Comida

Há tempos que eu e a amiga-fotógrafa Flavita queríamos fazer um ensaio de moda & comida com a Bia. Enfim, marcamos um dia para fazer um primeiro estudo. Era maio e os produtos de outono/inverno começavam a chegar aos mercados e feiras. Logo pensei em falar da sazonalidade dos ingredientes e sabores e casar com as cores da moda para a mesma estação.

Sazonal é tudo aquilo que é próprio de uma estação, que não se repete ao longo do ano. Apesar deste conceito estar cada vez mais esquecido, com morangos e mangas em oferta de janeiro a janeiro, não faltam razões pra gente colocar no prato o que está na época, o produto da estação, 3 delas merecem destaque: é mais gostoso, mais saudável e mais barato!

Mais gostoso porque o alimento produzido nas condições climáticas perfeitas vai chegar ao ponto de consumo naturalmente, e desta maneira atingir a potência de sabor e qualidade. Já tentou comprar mandioca fora da época? Não cozinha nem na pressão. Frutas fora da época? São secas e sem gosto. Sardinha fora da época? Magrinhas…

Mais saudável porque fora das condições climáticas perfeitas serão utilizados insumos artificiais para que o alimento produza: dá-lhe fertilizantes e agrotóxicos, que além de prejudiciais para a sua saúde, poluem o ambiente e ameaçam espécies, como peixes e crustáceos consumidos no período de defeso, quando estão reproduzindo, ou seja, comer produto fora da estação do ponto de vista ecológico é “fuénnnnn!”

Mais barato porque na época certa esses insumos artificiais não são necessários (o que reduz custos) e a produção é naturalmente maior, afinal de contas, está na época, o alimento quer e precisa produzir frutos para sobreviver como espécie!

E acima de tudo, há razões afetivas: esquecer a sazonalidade acaba nos privando do prazer de esperar aquele período do ano para saborear o alimento favorito. As uvas roxinhas que marcam as festas do final de ano, geladinhas na fruteira do Réveillon, perfeitas para o calor de dezembro, na friaca de junho perdem o sentido.

Assim como os caquis, que têm a cor e marcam o começo do outono, perdem todo o seu appeal no verão. Pensa em alguma coisa mais inverno que pinhões… esses pelo menos não tem como – a gente só encontra na estação. E esperar por eles é quase melhor que a prosa em volta do fogão a lenha em Gonçalves, enquanto assam na chapa.

Como diria minha avó: “deixa de teima e larga mão de consumir produtos fora de época. Não é bom pra você, não é bom pro alimento, não é bom pro planeta!”

Então, a partir da paleta enviada pela Bia (cartela de cores de outono para a moda), saí em buscas das mesmas cores nos ingredientes da estação, e é claro que tudo se encaixou em um lindo mosaico! As receitas vieram naturalmente, a vontade de comer o que está na época sempre chega junto com a estação e atiça a criatividade na cozinha.

A Bia por sua vez, montou os looks inspirados nas receitas e eu fiquei particularmente feliz quando ela chegou com peças do acervo pessoal, cheias de história, memória afetiva, muitas delas direto do armário da mãe dela, minha querida amiga Ana.

E eu não pude deixar de pensar na beleza disso, das estações que se repetem na vida da gente e deixam seu gosto misturado a lembranças. As beterrabas que você comeu naquele inverno, enrolada nas cobertas, assistindo ao seu filme favorito… o casaco, ainda com o cheiro de abraço e de uma noite deliciosa. Hmmm!

Amigos se juntaram à empreitada e o que era um “estudo” virou festa! Flavita trouxe Zeza Maria como sua assistente e o querido Andre Araújo trouxe seu olhar apurado para a produção. Terminamos o dia em volta da mesa farta de outono com a companhia de outra baiana arretada, a Duda Lima. Quem disse que trabalhar não pode ser muito divertido?! E sabe o que me deixou mais feliz? foi ver toda a turma da produção atacar a salada… não sobrou broto pra contar história. adoraram!

E pra começar a brincadeira e te inspirar a comer na época o que é da época, uma salada deliciosa com uma das minhas queridinhas na estação, a beterraba, aqui em pas de deux com outro queridinho, o feijão rosado, que além de gostoso é lindo! Confira no Cozinha da Matilde o passo a passo e, de quebra, dica de como harmonizar a receita e o que ouvir enquanto degustá-la. =)

Ao final fotografamos 4 receitas, que você acompanha a partir de agora, uma por semana, todas com os produtos da estação.  No próximo “capítulo” será a vez dos mariscos. Hmmmm…! Te espero. Beijo e espero que tenham gostado.

2 comentários COMENTE TAMBÉM

ficou INCRÍVEL esse ensaio!!! Parabéns meninas pelo excelente trabalho e bom gosto!

Nossa, que post lindo! Uma leitura super agradável e inspiradora, o ensaio então? Tudo perfeito! Não sou tão fã de beterraba mas fiquei até com vontade de comer.
Parabéns meninas e obrigado por me proporcionarem o prazer de ler essa matéria.

Beijos

Comentários fechados.

quem faz os achados
Colaboradores

Clique para fechar