Pecados Modernos

Quando vejo um filme que se passa em épocas passadas, sempre penso nas mulheres e nas vidas que levavam. E não consigo deixar de me perguntar: Por que será que sempre fomos vítimas de opressão? E pior ainda, por que demoramos tanto para lutar contra as regras absurdas que a sociedade nos impunha?

Então fico aliviada e agradecida pela minha sorte. Nada como ser mulher no século XXI! É ótimo viver em uma sociedade igualitária e em que as mulheres são livres para fazer o que bem entender. Certo? Ou será que ainda somos presas por regras derivadas das antigas, disfarçadas de “convenções sociais”? Será que os pecados pelos quais somos julgadas ainda são os mesmos, mas em suas formas modernas?

A inveja sem dúvida se perpetuou; é talvez o primeiro pecado capital a ser lembrado. Aquele que ninguém vai assumir para que sente, mas do qual todas são vítimas (um dos grandes mistérios da humanidade). E se é algo ruim, por que de repente parece que o sonho de toda mulher é ser invejada? Ainda bem que existe uma nova arma infalível para se defender, o beijinho no ombro.

A gula já é aquele pecadinho que não faz mal a ninguém e no meio do mês tem TPM, vamos aliviar. O problema não é a gula em si, mas o que ela faz ao nosso corpitcho.

O que nos leva a soberba, ou vaidade. Se isso ainda for pecado, nossa sociedade está fadada ao inferno! Pecado hoje é errar a roupa ou não ter curvas perfeitas para exibir no verão.

Avareza? Num mundo movido por sucesso e dinheiro, impossível ser generoso. Preguiça? Até vale, desde que não seja preguiça de ir na academia. Ira? Você não sobrevive em São Paulo ou no Rio sem uma boa dose.

Agora, falar de luxúria é mais difícil. A moda é ler cinquenta tons de cinza, mas não pode dormir com o cara que acabou de conhecer na balada – isso é coisa de vagabunda. Os homens podem, afinal é da natureza deles (gente, até minha bisavó sabia disso!). E eu achando que por sermos da mesma espécie nossa natureza era a mesma. Tolinha.

Em resumo, sim, você é livre para fazer que quiser. Mas não fará porque não se sente livre. O que te limita são seus próprios preconceitos.

4 comentários COMENTE TAMBÉM

Mulher peca e pena só em ser mulher. A prisão é um ciclo: você não age para não ser apontada por uma coisa banal a seu ver e no fundo até aponta o que para outros deixou de ser ação incorreta.

Comentários fechados.

quem faz os achados
Colaboradores

Clique para fechar