Lady Gaga

Você realmente sabe quem é Lady Gaga ?

Em quase todos os momentos dos 100 minutos do Five Foot Two, o novo documentário da Netflix, Lady Gaga vive um paradoxo. O glamour e a simplicidade. A dor e a paz. O barulho ensurdecedor dos fãs na porta do hotel e o silêncio do interior do carro, após sua passagem pela multidão. É assim, imagino, que seja a vida de Stefani Joanne Angelina Germanotta ou, simplesmente, Lady Gaga. No documentário, podemos ver um lado totalmente nu (até literalmente) da cantora, que se despe inteira de todas as alegorias para mostrar a verdadeira mulher que é. Dores, choros, sorrisos e muitas histórias fazem partes das gravações e bastidores de oito meses de trabalho da cantora, filmados pelo diretor Chris Moukarbel.

Na tela, podemos ver o início e o desenrolar das preparações para o show do Super Bowl, tradicional apresentação no intervalo do principal jogo da NFL, a liga mais importante de futebol americano dos Estados Unidos, e a criação e execução do último disco de Gaga, o Joanne. É aí que a versão mais crua de Lady Gaga aparece, ao mostrar suas composições e os motivos que estão em cada letra. A cena mais emotiva, ao meu ver, é quando ela mostra a música Joanne, que fez sobre sua tia Joanne, morta aos 19 anos, para sua avó, sua mãe. É tão tocante e lindo ver o quanto ela se importa com a opinião da avó, principalmente depois do que já vimos anteriormente, uma busca de informações sobre a vida de sua tia.

Além da música, as dores físicas da cantora, que a impediram de tocar no Rock in Rio, brigam pelo protagonismo da história. É interessante conhecer essa batalha dela, algo que poucos artistas têm coragem de mostrar.  Mas, uma ressalva precisa ser feita, afinal, não se sabe se é uma estratégia de marketing pensada para aproximar o público acostumado aos looks baphônicos, como o de carne do VMA 2010, feito pelo estilista Franc Fernandez, da nova versão de Gaga. Afinal, Joanne é um disco pop, porém, bem longe do pop que ela fez durante os quatro álbuns anteriores.

Se você é ou não é fã de Gaga, ambas as respostas são um sim para assistir ao Five Foot Two. É uma viagem ao mundo do showbizz pelo olhar de quem o conhece muito bem e ilumina pontos obscuros do caminho. Obrigada, Gaga, pelas lanternas usadas em cada minuto que a gente passa na frente do computador ou celular.

Deixe uma resposta